Eu nunca entendi… onde se encontra seus ouvidos e seu coração

casa de velho
Capa do EP do Grupo Casa de Velho, com Fotografia de Sávio Félix

Essa é uma postagem musical.

Não entendo muito, falo tecnicamente, de música. Apenas amo e acredito que amar já é uma forma de compreensão. Por isso estava há alguns dias com certa vontade de escrever sobre o assunto, queria falar do incomodo de o Brasil estar fervilhando de grandes artistas, produzindo diversidade, novidades que chegam-me através do Spotfy, das redes sociais, mas do bolo todo quase não escuto falar da fatia de artistas cearenses.

Comecei a pensar motivos, cheguei em alguns possíveis:

  • Não há muitos artistas cearenses produzindo? (NÃOOO) Comecei a contar nos dedos, perdi as contas, muita gente.
  • Eu sou um desinformado? (É POSSÍVEL) Não poderia abarcar tudo, porém não seria esse fato, pois estou conectados, as notícias aparecem, as amigas e amigos compartilham.
  • Questão de gosto, afinal gosto é… ?(MENTIRAAAAA) Esse papo de gosto está cada vez mais desacreditado, o chamado gosto pessoal, tenho desconfiado bem muito dele, não vou nem entrar muito no mérito dessa questão, ainda não quero falar sobre ideias não amadurecidas.
  • Simples desconhecimento…? (PROVÁVEL) A internet ajuda muito, contudo os meios tradicionais de mídia ainda são bem fortes. Não tem música da galera daqui na novela da globo, algumas das galeras nem desejaria isso, acredito e estão certíssimos, tem coisa bem mais importante na vida do que sucesso.

Um grande universo de fatores passaram por minha cabeça, as protagonistas do mercado fonográfico podem colocar pontos mais qualificados que os meus, contudo quero falar sobre um deles, um ponto que influencia não só a música cearense, também a literatura, as artes plásticas, as artes no todo. O querer.

Sim, a bruta flor do querer, não parece glamouroso suficiente sair com um exemplar de um livro da Ayla Andrade ao invés de um do Dostoiévski (não estou comparando os dois, amo e leio as/os dois/duas). Uma grande bobagem, permita-se aí companheira, desconstrua-se companheiro, experimente a arte do lugar.

Querer junto com o permitir-se, aliado ao desconstruir-se, somados ao praticar formam uma equação bem interessante. Uma equação que vai lhe garantir muitas descobertas, de quebra fomentar verdadeiramente tanto o mercado da arte no Estado, colaborando para que ele se torne mais sofisticado e diverso, apoiando gente das suas área. Isso é massa.

Há outras vantagens em trazer seus ouvidos e corações para mais próximos de onde você mora, você poderá encontrar mais facilmente com as pessoas que produzem essa arte, entender o que acontece no seu entorno e aumentar sua autoestima (sabe aquele momento que você disse, cara isso é de uma escritora da minha cidade, freud né, ou saca essa banda, esses meninxs são daqui, maravilhosxs).

Posso mostrar algumas possibilidades:

Casa de Velho: eles acabaram de lançar um EP no youtube, já fizeram alguns shows pela cidade. As letras e sonoridade chegaram certeiras ao meu coração, a imagem dessa postagem é a capa do EP deles escuta só:

https://www.youtube.com/watch?v=-TZbN4PKlIU

Daniel Medina: Uma amiga mostrou a música Lágrima de Índio, fiquei encantado, música tão envolvente, e os bairros cantados, conhecia todos, depois só fiquei mais apaixonado, a música Cancioneta é minha predileta. O Daniel lançou recentemente seu primeiro  Single, vale conferir e buscar mais coisas dele espalhada por aí. aqui alguns links:

https://www.youtube.com/watch?v=oMLBod2w7iA
https://www.youtube.com/watch?v=Vy8jLBuvpXs
https://www.youtube.com/watch?v=WJFoiEII4OA

Lidia Maria: Tem um CD lindo, chamado alma leve, a Lidia compões, toca vários instrumentos e tem uma voz muito linda. Você pode escutar aqui:

https://www.youtube.com/watch?v=lgUnH8w2TGw&list=PLc74zlNuBDCnv-mHPGryw7r_eJA3H3QRO

Oco do Mundo: Não adianta só escutar, tem que conhecer de pertinho esse bando de gente lindo, poesia, música e diversão tudo junto. Tem esse clipe aqui deles no Youtube:
https://www.youtube.com/watch?v=amsNlP8sDec
Para as pessoas que amam Spotfy, tipo eu, tem também algumas artistas do Ceará  que estão sempre no meu play, vou lincar algumas

Lorena Nunes ❤ ❤ ❤ ❤ ❤ ( cinco corações na minha tabela de

classificação, rsrsr poderia sem uns mil ^^ amo muito)

Paula Tesser ( Conheci a pouco, outra indicação de amigos, vicei)

Cidadão Instigado ( Made In Ceará, um mói de gente ama, eu amo também)

Jonnata Doll e os Garotos Solventes (Muito rock´nroll)

Mais que isso é com vocês, pode indicar eu quero, eu gosto.

 

 

 

 

 

Advertisements